Bem vindo ao Arinos Notícias, Quinta-Feira, 14 de Dezembro de 2017
Noticia
     
4 de Dezembro, 2017 - 10:46
A cada três dias uma mulher é agredida em Juara, afirma promotora de justiça

Em 2015 foram registrados cinquenta pedidos de medida protetiva, no ano seguinte o número foi de sessenta e oito e em 2017 que ainda nem terminou, a quantidade de pedidos de medida protetiva chegou a cem. “Fazendo um cálculo de uma média, é como a cada três dias uma mulher fosse agredida aqui no município de Juara”, informou a promotora de justiça, Roberta Cheregatti.

A promotora frisou durante entrevista para a reportagem da rádio Tucunaré e site Acesse Notícias, que o maior número de crimes registrados no município são os relacionados a violência doméstica, tendo as mulheres como principais vítimas.

“Um dado importante dos crimes de violência doméstica é que os agressores são covardes! Dentro de casa eles tem uma postura altiva em relação a vítima que eles subjugam, humilham, ou seja, eles deixam elas numa posição de baixa autoestima e conseguem controla-las”, adverte.

Os tipos de violência mais frequentes são: violência doméstica e familiar, onde os próprios parceiros são os agressores desse tipo de tragédia, seja ela verbal, física, psicomoral e sexual, todas essas formas são causas extremas, podendo levar à morte.

Dr. Roberta solicitou que toda vez que a mulher sofrer ameaças, esta deve denunciar e pedir as medidas protetivas. A denúncia de violência doméstica pode ser feita em qualquer delegacia, com o registro de um boletim de ocorrência.

Ao registrar o boletim, a vítima pode entrar com uma medida protetiva sob a Lei Maria da Penha que obriga o agressor a se manter longe dela. Caso o agressor viole a ordem judicial, é preciso fazer um novo boletim de ocorrência, que pode resultar na prisão dele.

Fonte: Acesse Notícias
 0 Comentários  |  Comente esta matéria!
* O Arinos Noticias não se responsabiliza por comentários postados abaixo!
mais notícias
14/12/2017
13/12/2017
 menos  1   2   3   4   5   6   7   mais 
enquete
O que você prefere ler?
Polícia
Política
Agronegócios
Variedades
Educação

Se nenhuma das opções sugeridas for de sua escolha, mande sua sugestão através do menu contato
Copyright © 2017 - Arinos Notícias