Bem vindo ao Arinos Notícias, Sexta-Feira, 25 de Maio de 2018
Noticia
     
24 de Janeiro, 2018 - 17:03
Manifestantes fazem atos pelo Brasil no dia do julgamento do recurso de Lula no TRF-4

AC, AL, AM, BA, CE, DF, ES, GO, MA, MT, MS, MG, PA, PB, PE, PI, PR, RJ, RN, RS, RO, SP, SE, TO têm atos.


Manifestantes realizam atos pelo Brasil diversas cidades do país nesta quarta-feira (24), dia do julgamento do recurso ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), em Porto Alegre. O G1transmite ao vivo o julgamento. Assista.



Lula foi condenado pelo juiz federal Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal em Curitiba, responsável pelos processo da Lava Jato na primeira instância. O ex-presidente recorre em liberdade da sentença de 9 anos e 6 meses de prisão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. A defesa nega as acusações e pede ao TRF-4 a absolvição do ex-presidente. Já o Ministério Público Federal (MPF) pede o aumento da pena de Lula.




Os atos foram registrados em ao menos 23 estados e no Distrito Federal: Acre, Alagoas, Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, São Paulo, Sergipe e Tocantins.






RIO GRANDE DO SUL






Integrantes de movimentos sociais que apoiam Lula se deslocavam pelas ruas de Porto Alegre desde o começo da manhã. Segundo os organizadores, são cerca de 30 mil pessoas no entorno da área liberada aos manifestantes. A Brigada Militar (BM) não fará estimativa de público.



Grupos estão concentrados em uma área que fica a cerca de um quilômetro do tribunal. Alguns manifestantes fazem vigília próximo da Rótula das Cuias, nas mediações do TRF-4. Outro grupo de manifestantes ocupa a Av. Edvaldo Pereira Paiva.

Manifestantes tomam as ruas em torno de área desbloqueada do TRF-4. (Foto: Eduardo Moura/G1RS)



Os movimentos contrários ao ex-presidente estão previstos para o Parque Moinhos de Vento pela tarde. Na terça-feira, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva discursou no Centro de Porto Alegre em um palanque montado na Esquina Democrática.






SÃO PAULO (capital)







Já os manifestantes contra Lula estão espalhados pela Avenida Paulista.





ACRE






Manifestantes se reuniram na Praça da Revolução, no Centro da capital, para protestar em apoio ao ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva. O ato começou com uma oração e, ao longo da manhã, ocorreram apresentações artísticas. Segundo a organização, 300 pessoas participaram da manifestação. A Polícia Militar não diivulgou o número de pessoas no ato.






ALAGOAS







Na capital, a caminhada -- que começou pouco depois das 10h -- reuniu cerca de 7 mil pessoas, segundo os manifestantes. A Polícia Militar não deu estimativa de público. O ato foi encerrado às 11h35 (horário local).



Os manifestantes se concentraram na Praça do Centenário, no Farol, e depois seguiram em passeata com faixas, bandeiras e carro de som até o Centro, onde encontraram outro grupo que estava acampado desde terça (23) na Praça Deodoro, em frente ao Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ-AL).





No interior, houve bloqueio de rodovias nas cidades de Murici, Junqueiro e Arapiraca, em atos que reuniram de 50 a 60 pessoas. As informações são dos manifestantes e da PM.






AMAZONAS






Manifestantes fizeram protesto em apoio ao ex-presidente Lula em frente ao prédio da Justiça Federal, na Zona Centro-Sul de Manaus. De acordo com organizadores, 200 pessoas participavam da mobilização por volta das 9h30. A Polícia Militar não informou o número de participantes.






BAHIA






Manifestantes fecharam pistas que dão acesso ao Aeroporto Internacional Deputado Luís Eduardo Magalhães, em Salvador, no início da manhã. O bloqueio ocorreu no final da Avenida Paralela, até por volta das 7h, quando a pista foi liberada pelos manifestantes.



O protesto foi formado por centrais sindicais e grupos em apoio ao ex-presidente Lula. Nem a Polícia Militar e nem os manifestantes informaram o número de participantes na mobilização.






CEARÁ






Manifestantes se reúnem desde o começo da manhã na Praça General Murilo Borges, em frente à sede Justiça Federal, no Centro de Fortaleza, em apoio ao ex-presidente Lula. A organização do movimento informou que cerca de três mil pessoas participam do ato. A Polícia Militar do Ceará que acompanha o protesto informou que 500 pessoas se reúnem na praça. Conforme a PM, até o momento, o ato é considerado pacífico.



Um trecho da rodovia BR-402, na cidade de Itapipoca, foi bloqueado nesta manhã. Conforme a Polícia Rodoviária Federal (PRF), cerca de 100 pessoas do Movimento Sem Terra (MST) participaram do ato; a organização não teve estimativa. Ato foi em defesa do ex-presidente Lula. Por volta das 11h, equipes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Polícia Militar foram acionadas e enviaram equipes que ajudaram a liberar a rodovia.






DISTRITO FEDERAL






Manifestantes ligados à Central Única dos Trabalhadores (CUT) começaram um ato às 10h na Praça dos Aposentados, anexa ao Conic, e encerraram por volta das 14h30. No auge da manifestação, a Polícia Militar estimou o público em 100 pessoas; os organizadores disseram que o número chegou a 300. O trânsito fluiu normalmente no Eixo Monumental. A PM não registrou nenhuma ocorrência.








ESPÍRITO SANTO






Em Vitória, a manifestação começou por volta das 8h, na Praça Costa Pereira, no centro da capital. Os manifestantes a favor de Lula colocaram aparelhos de televisão e caixas de som para transmitir o julgamento. A organização estima a participação de 300 pessoas. A Polícia Militar informou que não contabilizou o número de manifestantes.



Em Sooretama, na região Norte, manifestantes a favor de Lula interditaram o km 107 da BR-101, por volta das 5h30, e liberaram a via por volta das 9h40. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), 100 pessoas participaram do ato; já a organização falou que 350 estavam no ato.






GOIÁS






Grupo em apoio a Lula começou o ato em frente à sede da Justiça Federal e depois fez uma caminhada com destino à Praça do Bandeirante. A organização calcula que cerca de 600 pessoas participaram da manifestação. Já a Polícia Militar acompanhou o ato, mas não informou o número de participantes.






MARANHÃO






Manifestantes fazem ato em frente à Sede da Justiça Federal de São Luís. O protesto teve início às 8h e deve durar todo o dia, de acordo com os organizadores. Segundo a organização do movimento 250 pessoas estão participando do protesto. A Polícia Militar não divulgou o número de participantes. Além da capital, as cidades de Bacabal e Imperatriz também registraram protestos.






MATO GROSSO






Manifestantes pró-Lula fazem um ato em frente ao prédio da Justiça Federal em Cuiabá. Eles usam um caminhão de som, faixas e bandeiras em apoio ao ex-presidente. Os organizadores dizem que 200 pessoas participam do protesto. A polícia estima que há 80 pessoas no local.






MATO GROSSO DO SUL






Manifestantes fizeram um ato a favor do ex-presidente Lula na região central de Campo Grande. A organização diz que 300 pessoas participaram do protesto no cruzamento da avenida Afonso Pena com a 14 julho. Já a Polícia Militar contabilizou 150.








MINAS GERAIS






Em Belo Horizonte, um grupo de pessoas a favor de Lula se reúne em uma vigília na porta da Justiça Federal. O protesto começou na Praça da Assembleia, por volta das 9h. Não informações ainda sobre o númeto de pessoas que participam do ato.



Na cidade de Capitão Enéas, manifestantes a favor de Lula bloquearam uma estrada vicinal. Cerca de 50 pessoas participaram do ato e a Polícia Militar não divulgou números.



Em Uberlândia, integrantes de movimentos sociais fizeram uma caminhada em apoio a Lula. A Polícia Militar acompanhou o protesto e contabilizou pelo menos 70 pessoas. Já a organização do movimento informou que foram 400.






PARÁ






Em Belém, manifestantes pró-Lula se concentraram em frente ao prédio da Justiça Federal. Segundo a Central Única dos Trabalhadores (CUT), cerca de duas mil pessoas integram a manifestação. Não há contabilização da Polícia Militar






PARAÍBA






Em João Pessoa, durante uma caminhada em apoio ao ex-presidente Lula, houve confronto entre a Polícia Militar e manifestantes. Quando o ato público chegou à frente da sede da Justiça Federal em João Pessoa, manifestantes tentaram forçar o portão para entrar no local. Houve conflito com a Polícia Militar, resultando em pelo menos um policial e três manifestantes feridos - sendo um deles o deputado estadual Frei Anastácio (PT).



A estimativa da organização é de que, pelo menos, 500 pessoas estejam no ato. A Polícia Militar informou que não está divulgando estimativa dos participantes na manifestação.



Em Campina Grande, o ato em apoio ao ex-presidente Lula acontece na praça do Complexo Judiciário de Campina Grande. De acordo com os organizadores, cerca de 100 pessoas participam da concentração no local. A Polícia Militar está presente para fazer a segurança, mas não divulgou estimativa de participantes.






PARANÁ






Duas manifestações em Curitiba foram registradas na manhã desta quarta-feira. Um dos protestos é em apoio ao petista, enquanto o outro pede a manutenção da condenação dele.





De acordo com a Polícia Militar, até as 11h30, o ato em favor de Lula reunia cerca de 100 pessoas, na Praça Santos Andrade, no Centro de Curitiba. Já os organizadores não tinham informado um número de manifestantes. O grupo a favor do ex-presidente distribuiu balões e panfletos desde o início da manhã. O protesto terminou por volta das 11h50.



O protesto contra, Lula, que começou às 10h, reunia 10 pessoas, segundo a PM. A organização não tinha divulgado quantes pessoas participavam do ato.






PERNAMBUCO






Movimentos sociais fazem vigília no Recife em apoio do ex-presidente Lula. O ato ocorre na Praça Tiradentes, no Bairro do Recife, na área central da capital. Segundo os organizadores do movimento, o protesto reúne cerca de 1.500 pessoas. A Polícia Militar não faz estimativas de público em mobilizações.






PIAUÍ






Manifestação a favor do ex-presidente aconteceu em frente prédio da Justiça Federal, no bairro Redenção, Zona Sul de Teresina. Não há estimativa de participantes pela Polícia Militar nem pela organização. O ato teve início às 6h e terminou na hora do almoço.






RIO DE JANEIRO






No Rio de Janeiro, cerca de 8 pessoas começaram um ato de apoio a Lula no Centro. Palco está vazio. Reforço policial está no local.






RIO GRANDE DO NORTE






Grupo de manifestantes se reuniu pela manhã em frente à Central de Comercialização da Agricultura Familiar e Economia Solidária do Rio Grande do Norte para protestar a favor de Lula. Às 9h, o grupo partiu em caminhada até o Tribunal de Justiça Federal. Segundo a Polícia Militar, 200 pessoas participaram do ato. A organização estima que foram 500 manifestantes.



Em Mossoró, manifestantes a favor do ex-presidente Lula e membros de movimentos sociais, também se reuniram para acompanhar o julgamento.






RONDÔNIA






Manifestantes estiveram, pela manhã, reunidos em frente ao prédio da Justiça Federal, em Porto Velho, em um ato a favor de Lula. Cerca de 60 pessoas participaram do ato, segundo a organização. A Polícia Militar (PM) não divulgou o número de manisfetantes.








SÃO PAULO (interior)






Além da capital, o interior também teve protestos a favor de Lula pela manhã.



Itegrantes da Frente Nacional de Luta (FNL) interditaram por uma hora os dois sentidos da Rodovia Raposo Tavares (SP-270), na altura do quilômetro 172, em Itapetininga. Segundo organizadores e a polícia, 120 pessoas participaram do protesto, incluindo crianças.



Em Ribeirão Preto, um boneco com 13 metros de altura com a imagem do ex-presidente Lula vestindo roupa de presidiário foi inflado no cruzamento das Avenidas Presidente Vargas e Professor João Fiusa. Segundo os organizadores, 30 pessoas permanecem no local. A Polícia Militar calcula 25 participantes.






SERGIPE






Desde as primeiras horas desta quarta-feira, sergipanos ligados a movimentos sociais, sindicatos de trabalhadores e estudantes estão reunidos em dois municípios para apoiar o ex-presidente Lula: Estância e Propriá.






TOCANTINS






Manifestantes se reuniram em frente à sede da Justiça Federal, em Palmas, para protestar a favor de Lula. Segundo a organização, cerca de 70 pessoas participaram do ato, encerrado à tarde. A Polícia Militar não informou o número de participantes.

Manifestantes fazem atos pelo Brasil no dia do julgamento do recurso de Lula no TRF-4 (Foto: Marcelo Brandt/Andre Resende/G1)





 

Fonte: G1
 0 Comentários  |  Comente esta matéria!
* O Arinos Noticias não se responsabiliza por comentários postados abaixo!
mais notícias
25/05/2018
 menos  1   2   3   4   5   6   7   mais 
enquete
O que você prefere ler?
Polícia
Política
Agronegócios
Variedades
Educação

Se nenhuma das opções sugeridas for de sua escolha, mande sua sugestão através do menu contato
Copyright © 2018 - Arinos Notícias