Bem vindo ao Arinos Notícias, Domingo, 23 de Setembro de 2018
Noticia
     
12 de Marco, 2018 - 08:25
Justiça mantém prisão de médica e marido após alegarem falta de provas

A juíza Daiane Marilyn Vaz manteve a médica Yana Fois Coelho Alvarenga e o marido dela, Antônio Pereira Rodrigues Neto, presos pelo assassinato do prefeito de Colniza Esvandir Antônio Mendes, em dezembro de 2017.

A defesa alegava que não havia indícios concretos de que os dois tenham participado do crime. O habeas corpus foi julgado pela juíza na quarta-feira (7).

Conforme a investigação, Yana teria ordenado que o marido contratasse dois pistoleiros para assassinar o prefeito, que havia rescindido um contrato de prestação de serviços entre uma clínica da médica e o hospital do município.

Inicialmente foi julgado o habeas corpus de Antônio, no qual a defesa alegava que não havia mais a necessidade da prisão pois ele possui endereço fixo, trabalho e não representa risco à ordem pública.


SEM LEGENDA


Ao julgar o HC, a juíza salientou que, inclusive, Antônio foi transferido de município justamente para manter a ordem pública, já que o crime despertou sentimento de insegurança.

“Saliente-se que a custódia cautelar foi decretada sob o fundamento da garantia da ordem pública, uma vez que o crime, em tese, cometido pelos acusado despertou sentimento de total insegurança no seio da comunidade de Colniza-MT, bem como para assegurar a aplicação da lei penal, visto que os acusados foram presos empreendendo fuga em direção ao Município de Juína-MT” disse a magistrada, em trecho da decisão.

Já a defesa da médica Yana, alegou que a acusação do Ministério Público de era seria a mandante do crime não foi provada pelo órgão. Ela também alegou a “ausência de justa causa” e falta de elementos de culpa.

A defesa alegou que no processo de acusação não existe qualquer informação que indiquem o envolvimento dela ou ciência na empreitada de matar o prefeito.


SEM LEGENDA


Ao rebater esta alegação, a magistrada se apoio nos depoimentos dos executor do crime Zenilton Xavier de Almeida e do cunhado dela, o adolescente do adolescente J. V. O. P.

“O acusado Zenilton Xavier de Almeida afirmou, perante a autoridade policial, que “conheceu Rodrigo através da esposa dele, Dra. Yana (...)”. Do mesmo modo, merece destaque o depoimento do adolescente J.V.O.P., irmão do acusado Antônio Pereira Rodriues Neto que, após ser apreendido, afirmou que buscou seu irmão, Welison Brito Silva e Zenilton Xavier de Almeida em um sítio a pedido da acusada Yana”, afirma a juíza.

Antônio está preso em Juína e Yana está detida da Penitenciária Feminina Ana Maria do Couto May, em Cuiabá.

A mesma juíza negou recentemente, o pedido da defesa solicitando que Yana fosse transferida para o Corpo de Bombeiros, onde poderia exercer seus conhecimentos médicos durante o cumprimento da pena. A magistrada salientou que tal atividade pode ser exercida na própria penitenciária, onde seria mais útil.

O crime

No dia 15 de dezembro, o prefeito conduzia uma Toyota SW4 preta quando foi interceptado pelos criminosos, cerca de 7 quilômetros da entrada da cidade. O veículo foi ao encontro da caminhonete, momento que foram efetuados vários disparos contra o prefeito Esvandir que ainda conseguiu dirigir, mas morreu no perímetro urbano, na BR 174, esquina com a Rua 7 de Setembro. Outros dois disparos feriram o secretário Admilson Ferreira dos Santos, sendo um na perna esquerda e outro nas costas.

Envolvidos no assassinato revelaram que a médica conhecia os assassinos e mandou o marido os contratar no Estado de Goiás, além de ter dado todo suporte para a execução do crime em Mato Grosso.

Participaram do assassinato, além da médica, o marido dela Antônio Pereira Rodrigues Neto e os executores do crime Zenilton Xavier de ;Almeida e Welison Brito Silva.

Durante as investigações, foi comprovado que o prefeito Evandir foi morto após encerrar o contrato de prestação de serviço de uma clínica da médica junto à Prefeitura. De acordo com o MP, há indícios de que os fatos estejam relacionados.

Fonte: Redação/ MT é Notícia
 0 Comentários  |  Comente esta matéria!
* O Arinos Noticias não se responsabiliza por comentários postados abaixo!
mais notícias
22/09/2018
21/09/2018
 menos  1   2   3   4   5   6   7   mais 
enquete
O que você prefere ler?
Polícia
Política
Agronegócios
Variedades
Educação

Se nenhuma das opções sugeridas for de sua escolha, mande sua sugestão através do menu contato
Copyright © 2018 - Arinos Notícias