Bem vindo ao Arinos Notícias, Sexta-Feira, 19 de Outubro de 2018
Noticia
     
12 de Abril, 2018 - 08:45
Emocionada, mãe do dentista Josilei Gaspar declara que assassinos de seu filho não escaparão das mãos de Deus.

“Eu já procurei de todas as formas e eu não tenho o que fazer. Sinto que para mim, vai ser mais um funeral hoje, porque é uma dor muito grande, não passa, ainda não me caiu a ficha, isto é que eu não acredito que aconteceu isso com meu querido Josilei, a gente ficar em uma situação que parece que não é real, parece que não é com a gente.”, descreveu emocionada Cleuza da Silva Gaspar, mãe do cirurgião-dentista Josilei Gaspar, assassinado no dia 23 de setembro de 2017 após ter sua caminhonete Hillux roubada.

Cleuza ainda lastima que se decidir parar para pensar sobre o ocorrido, não consegue nem ficar de pé. Ela disse que sente confiança no trabalho feito pela justiça e às polícias civil e militar. Os dias sem Josilei Gaspar não são os mesmos para os familiares e amigos. Emocionada, a mãe disse que seu filho chegava em casa e tomavam café juntos. “Ele me dava um beijo, na hora do almoço também. Tinha uma educação muito grande, era meu companheiro. Eu ainda não acredito nessa situação”.

Ao ser questionada se iria assistir a audiência de instrução e julgamento para ouvir as testemunhas e interrogar os réus do assassinato de seu filho, que acontece na tarde dessa quarta-feira, 11, Cleuza Gaspar respondeu: “Vou! Porque eu sou aquela mãe de ‘pegar no chifre da vaca’, nem que for debaixo da terra, nós defende os nossos. Não posso esmorecer, temos que sempre estar firmes, porque se abaixarmos a cabeça por esse tipo de situação, ficará muito mais difícil”.

Ela agradeceu a sociedade que apoio a família no momento difícil, imprensa de Juara e a todas as autoridades envolvidas nas investigações do crime de latrocínio. “Quero agradecer também, em especial, a pessoa do Sr. Leandro Rigueti, que voluntariamente se dispôs em ajudar a amenizar a nossa angústia, indo a procura de meu filho. Deus abençoe senhor Leandro”.

Quando concluiu, Cleuza leu uma mensagem bíblica citada no Livro de Eclesiastes 11.1: “Lança teu pão sobre as águas, depois de muitos dias tu encontras”.

Sobre os dois acusados que se encontraram foragidos, a mãe do dentista assassinado cruelmente disparou: “E, aos bandidos foragidos ficam sabendo: ‘Que vocês podem escapar da justiça terrena, mas da mão de Deus, vocês não escapam!”.

Fonte: Acesse Notícias
 0 Comentários  |  Comente esta matéria!
* O Arinos Noticias não se responsabiliza por comentários postados abaixo!
mais notícias
19/10/2018
18/10/2018
 menos  1   2   3   4   5   6   7   mais 
enquete
O que você prefere ler?
Polícia
Política
Agronegócios
Variedades
Educação

Se nenhuma das opções sugeridas for de sua escolha, mande sua sugestão através do menu contato
Copyright © 2018 - Arinos Notícias