Bem vindo ao Arinos Notícias, Domingo, 22 de Julho de 2018
Notícia
     
11 de Julho, 2018 - 08:31
Sinop: empresa interdita ponte e empresários apontam prejuízos de mais de 300%

O acesso para a passagem de veículos sobre a ponte de madeira no rio Teles Pires, conhecida como ‘Machadinho’, com mais de 110 metros de extensão, localizada na estrada Irene, a cerca de 20 quilômetros do centro de Sinop, foi liberada pela Usina Hidrelétrica Sinop ontem, no final da tarde. O tráfego estava impedido, pela empresa, desde manhã. De acordo com o presidente da Câmara, Ademir Debortoli (MDB) houve reunião com diretores da empresa, empresários do setor de cerâmicas que utilizam a ponte para ter acesso a uma jazida de argila e demais vereadores foi alegado que a demolição é uma exigência da Agência Nacional de Águas (ANA). A área nas proximidades desta ponte deve também ser alagada por conta devido ao enchimento do reservatório da usina hidrelétrica.

“Nós questionamos por que da demolição e não ser feito igual da MT-220 onde (a ponte de concreto) foi levantada. Eles disseram que é exigência da ANA. Estamos trabalhando para que a ponte não seja demolida. A partir desta 4ª feira a câmara vai trabalhar para buscar uma saída. Também vamos conversar com o prefeito de Sorriso, Ari Lafin, já que a ponte dá acesso ao município para buscarmos uma saída”, defendeu o presidente.

Está marcada outra reunião para sexta-feira e o prazo para demolição da ponte é até o fim do mês. A rota alternativa é pela MT-220. De acordo com um empresário que busca matéria-prima na jazida, a volta aumenta em torno de aproximadamente 100 quilômetros e, enquanto um caminhão consegue fazer cerca de seis viagens por dia para não faltar material na empresa, com a volta outros três caminhões teriam que ser colocados para não faltar argila na industria aumentando em torno de 300% a despensa diária.

A interdição do tráfego na ponte de concreto na MT-220, a ponte da Marina, por mais de duas semanas gerou fortes criticas do setor produtivo que alegou muitos prejuízos por conta do tráfego ser feito por balsas, gerando longas filas e atrasos por mais de 10 horas em determinados dias. Foi feita uma parte obras para elevar em 70 centímetros a ponte e, devido ao período de escoamento da safra e da madeira, a passagem pela ponte foi retomada há poucos dias. A obra será retomada em algumas semanas e deve ficar pronta em setembro.

Outro lado
A assessoria da empresa disse que se pronunciará em breve sobre o assunto.




Fonte: Só Notícias
 0 Comentários  |  Comente esta matéria!
* O Arinos Noticias não se responsabiliza por comentários postados abaixo!
mais notícias
21/07/2018
20/07/2018
 menos  1   2   3   4   5   6   7   mais 
enquete
O que você prefere ler?
Polícia
Política
Agronegócios
Variedades
Educação

Se nenhuma das opções sugeridas for de sua escolha, mande sua sugestão através do menu contato
Copyright © 2018 - Arinos Notícias