Bem vindo ao Arinos Notícias, Sexta-Feira, 21 de Setembro de 2018
Noticia
     
3 de Setembro, 2018 - 09:33
Polícia alerta sobre notícias falsas nas redes sociais

Nesta quinta-feira (30), as redes sociais, principalmente o whatsApps, replicaram notícias acerca de um outro assassinato em Nova Olímpia. A informação era falsa. A tecnologia atual, a velocidade das informações em suas mais diversas formas, especialmente nas redes sociais, fazem com que as chamadas 'fake news' tomem dimensão e difusão gigantescas, uma vez que a facilidade de compartilhar em grupos de aplicativos a notícia falsa corre rapidamente e sem freio, sendo atualizada, como se aquele evento tivesse ocorrido, trazendo preocupação e medo.

Nesta quinta-feira (30), as redes sociais, principalmente o whatsApps, replicaram notícias acerca de um outro assassinato em Nova Olímpia. Logo, percebeu que se tratava de um crime ocorrido em Campo Novo dos Parecis. Porém, até que a informação verdadeira fosse checada, já havia rodada uma gama de informações, comentários e diz-que-me-disse.

A disseminação de notícias dessa natureza se dá em razão de que nessa semana foram registrados dois assassinatos (execuções) de dois menores de 17 anos e ainda foi 'ventilado' de que haveria uma lista com outros 'encomendados'. Possivelmente mais um 'fake' para atemorizar a comunidade que já se encontra apreensiva.

Por se tratar de um canal de comunicação referência e com credibilidade, o Clicknovaolimpia é cobrado instantaneamente. E como é natural, busca informações com as autoridades policiais que sempre atende com muita presteza.

Acerca das 'fake's' para que não se tornem 'news', o Click conversou com o comandante da Polícia Militar de Nova Olímpia, capitão Rogério Sávio e ele fez um alerta a população sobre boatos compartilhados por redes sociais. "Sabemos que a população está temerosa, e quando surge qualquer comentário é normal que haja a curiosidade, a busca de informações, mas deve se ter cuidado em divulgar, porque nem sempre é verdade o que é falado, escrito nas redes", disse o capitão.

Segundo ele, a polícia tem se apressado para apurar as informações e desmentir os boatos, para evitar o pânico generalizado na população. "A facilidade de compartilhar em grupos de aplicativos a notícia falsa corre rapidamente e sem freio, sendo atualizada, em alguns casos, como se aquele evento tivesse ocorrido, trazendo preocupação e medo. Parece que a notícia ruim (ainda que seja falsa) desperta um interesse maior nas pessoas. A Polícia Militar orienta a verificar a procedência e a veracidade da notícia antes de compartilhá-la. Não dê continuidade a uma corrente de mentiras", disse o policial.

Fonte: clicknovaolimpia
 0 Comentários  |  Comente esta matéria!
* O Arinos Noticias não se responsabiliza por comentários postados abaixo!
mais notícias
19/09/2018
 menos  1   2   3   4   5   6   7   mais 
enquete
O que você prefere ler?
Polícia
Política
Agronegócios
Variedades
Educação

Se nenhuma das opções sugeridas for de sua escolha, mande sua sugestão através do menu contato
Copyright © 2018 - Arinos Notícias