Bem vindo ao Arinos Notícias, Quinta-Feira, 22 de Novembro de 2018
Noticia
     
3 de Setembro, 2018 - 09:47
TJ solta piloto de avião preso com 150 kg de maconha em MT

Daniel Dias Moreno alega que drogas pertenciam a passageiro que conseguiu fugir. A Segunda Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJ-MT) mandou soltar o empresário e piloto de aviões Daniel Dias Moreno, preso no dia 17 de julho de 2018, após realizar um pouso forçado com sua aeronave em Jaciara (143 km de Cuiabá) e ser flagrado com 150 kg de maconha. Os magistrados seguiram por unanimidade o voto do relator, o desembargador Rondon Bassil Dower Filho, em julgamento desta quarta-feira (29).

Também participaram da sessão os magistrados Alberto Ferreira de Souza e Francisco Alexandre Ferreira Mendes Neto. De acordo com o relator, a defesa do empresário apresentou um laudo da Polícia Federal que atestava que a aeronave não estava adaptada para o transporte de drogas, dispondo de poltronas de passageiros e desprovida de dispositivos de aumento da autonomia de voo.

“A aeronave tem todos os bancos e não estava preparada para o transporte de drogas. O valor do avião é de R$ 500 mil e o piloto tem uma companhia de aviões. Destaca-se que não foram encontrados compartimentos ocultos nem aumento para autonomia de voo”, narrou Rondon.

A defesa de Daniel alegou ainda que ele foi “forçado” a alterar sua rota, inicialmente definida para a cidade de São Paulo (SP), e que numa escala realizada no Estado do Amazonas “desceram alguns passageiros”, percebendo que um deles teria ficado no interior da aeronave com uma “pistola na cinta”.

“Ele diz que foi forçado a alterar a rota que inicialmente seria para São Paulo porque na escala no Amazona desceram alguns passageiros e ele percebeu que o que ficou tinha uma pistola na cinta. Ele é estrangeiro, acusado de homicídio e fugiu” relatou o magistrado.

Ao final Rondon Bassil Dower Filho concedeu medidas cautelares diversas da prisão, como a proibição de se ausentar da comarca de Cuiabá e comparecimento mensal ao juízo para justificar suas atividades.

O CASO

Daniel Dias Moreno é piloto e empresário do ramo de táxi aéreo em Manaus (AM) e teve que fazer um pouso forçado em Jaciara por falta de combustível no dia 17 de julho de 2018. Ao pousar duas vezes no município, em duas regiões diferentes, ele levantou a suspeita de policiais civis, que acabaram realizando o flagrante do transporte de 150 KG de maconha.

Fonte: Folha Max
 0 Comentários  |  Comente esta matéria!
* O Arinos Noticias não se responsabiliza por comentários postados abaixo!
mais notícias
21/11/2018
19/11/2018
 menos  1   2   3   4   5   6   7   mais 
enquete
O que você prefere ler?
Polícia
Política
Agronegócios
Variedades
Educação

Se nenhuma das opções sugeridas for de sua escolha, mande sua sugestão através do menu contato
Copyright © 2018 - Arinos Notícias