Bem vindo ao Arinos Notícias, Quarta-Feira, 12 de Dezembro de 2018
Noticia
     
6 de Outubro, 2018 - 08:12
Dono de fazenda é condenado a pagar R$ 6 milhões por manter dezenas de trabalhadores em situação de escravidão

O dono das fazendas Reunidas – Santa Laura de Vicuña, localizada no município de Nova Santa Helena, foi condenado pela Justiça do Trabalho, a pagar R$ 6 milhões por dano moral coletivo por submeter dezenas de trabalhadores a condições análogas a de escravo. A ação incluiu além da propriedade rural onde 23 pessoas foram resgatadas pelo Grupo Especial de Fiscalização Móvel do Ministério do Trabalho em julho de 2017, outras duas empresas e sete integrantes da mesma família.

Segundo informações, os donos do imóvel já haviam praticado o mesmo crime por diversas vezes, os outros casos ocorreram na Fazenda Vale do Juruena e na Fazenda Santa Luzia, situadas no município de Nova Bandeirantes. Nas fiscalizações, foram resgatados 324 trabalhadores.


A fazenda Santa Laura de Vicunã tem uma extensão de 50 mil hectares, suas atividades são a criação de gado e lavoura, porém as investigações apontaram que o local submeteu mais de duas dezenas de pessoas a condições degradantes, dentre elas um adolescente de 17 anos, uma trabalhadora grávida de oito meses e uma criança de um ano e meio de idade.


Os trabalhadores estavam expostos a contaminação pela falta d'água potável e de banheiro, uso de agrotóxicos e destinação inadequadas de suas embalagens e de todo o lixo produzido no local, que era descartado nas proximidades do alojamento, cuja condição foi comprovada como subumana.


O juiz responsável pelo caso, Mauro Vaz Curvo relacionou pelo menos 30 situações degradantes comprovadas. Como compensação pelos danos morais coletivos, fixou o montante de 6 milhões de reais.

Fonte: Nortão Notícias
 0 Comentários  |  Comente esta matéria!
* O Arinos Noticias não se responsabiliza por comentários postados abaixo!
mais notícias
12/12/2018
11/12/2018
 menos  1   2   3   4   5   6   7   mais 
enquete
O que você prefere ler?
Polícia
Política
Agronegócios
Variedades
Educação

Se nenhuma das opções sugeridas for de sua escolha, mande sua sugestão através do menu contato
Copyright © 2018 - Arinos Notícias