Bem vindo ao Arinos Notícias, Domingo, 18 de Novembro de 2018
Noticia
     
8 de Novembro, 2018 - 14:33
Homem mata mulher a facadas e dorme ao lado do corpo no DF

Arlete Campos de Oliveira foi encontrada morta em sua residência, na Quadra 803 do Recanto das Emas. A 27ª DP investiga o caso. Segundo o site Metrópoles, um homem foi preso pela Polícia Militar acusado de matar a companheira na Quadra 803 do Recanto das Emas. A vítima é Arlete Campos de Oliveira, 49 anos. Segundo o delegado-chefe da 27ª DP, Pablo Aguiar, o marido, identificado como Alexon Bezerra Rocha, 33, assassinou a mulher com uma facada no abdômen e dormiu ao lado do corpo. O crime ocorreu na madrugada de segunda-feira (5/11).

Pela manhã, o suspeito avisou a filha da mulher, de 13 anos, que a companheira estava morta. “Eles foram em um forró à noite. Por volta das 2h, marido e mulher discutiram. Testemunhas contaram que os gritos só cessaram na madrugada”, ressaltou o delegado.

À filha, o homem disse que a mulher poderia ter se matado ou sido assassinada por alguém que teria entrado na residência. Mas as versões não se sustentaram.

O próprio suspeito ligou para a Polícia Militar na manhã de segunda (5). De acordo com a sargento da PM Rosana Assis, que efetuou a prisão, o acusado acionou a corporação para ir até o local. “Chegando lá, constatamos que o ambiente do crime não condizia com o que ele falava. Alexon dizia que a mulher teria se matado.”

A sargento Rosana conta que Alexon “chorava, mas não saíam lágrimas”, e o corpo “estava mexido”. “Ela estava deitada em uma posição diferente. O local do ferimento foi limpado por ele”, afirmou.

O homem acabou detido pela policial e encaminhando para a 27ª DP. Mais tarde, durante varredura, a arma do crime, uma peixeira, foi encontrada debaixo do armário, suja de sangue e enrolada em uma camiseta. Alexon, no entanto, nega a acusação.

Denúncia

Segundo a Polícia Civil, Arlete já havia denunciado o marido por agressões. Neste ano, o acusado inclusive foi preso e enquadrado na Lei Maria da Penha. Porém, acabou liberado após passar por audiência de custódia.

Na delegacia, Alexon falou com jornalistas. “Fomos a uma festa na noite anterior. Bebi cachaça só, não usei droga”, disse. O suspeito negou o crime. “De manhã, fui até a filha dela e falei: ‘Acorda, me abraça que tua mãe tá morta’”, contou.


Questionado sobre as denúncias de moradores da quadra, sobre a discussão na madrugada, o homem respondeu: “Vizinho é tudo bicudo”. Alexon, contudo, admitiu que “brigava demais” com a mulher.

Segundo o delegado Pablo Aguiar, o homem é bastante agressivo. Contra ele constam quatro ocorrências de Maria da Penha registradas pela vítima, além de dois furtos e um roubo. Ele acredita que a mulher morreu rapidamente. “Testemunhas escutaram a briga, que de forma instantânea, acabou. Acreditamos que foi no momento em que ela levou a facada”, ressaltou o policial.

Fonte: Araguaia Notícia
 0 Comentários  |  Comente esta matéria!
* O Arinos Noticias não se responsabiliza por comentários postados abaixo!
mais notícias
16/11/2018
 menos  1   2   3   4   5   6   7   mais 
enquete
O que você prefere ler?
Polícia
Política
Agronegócios
Variedades
Educação

Se nenhuma das opções sugeridas for de sua escolha, mande sua sugestão através do menu contato
Copyright © 2018 - Arinos Notícias