Bem vindo ao Arinos Notícias, Segunda-Feira, 23 de Setembro de 2019
noticias
     
29 de Maio, 2019 - 17:19
Justiça faz hoje (29/05/2019) 1ª audiência de engenheiro assassinado por fazendeiro ao cobrar dívida em Porto dos Gaúchos

Silas Henrique Palmieri Maia, de 33 anos, foi assassinado dentro de um restaurante em fevereiro. Fazendeiro contou que se sentiu incomodado com a presença do engenheiro na fazenda, mas que não queria matá-lo.

A Justiça de Mato Grosso realiza, nesta quarta-feira (29), a audiência de instrução do caso do engenheiro agrônomo Silas Henrique Palmieri Maia, de 33 anos, morto a tiros dentro de um restaurante, no dia 18 de fevereiro, em Porto dos Gaúchos, a 644 km de Cuiabá.

O fazendeiro Paulo Faruk de Moraes, de 61 anos, é acusado pelo Ministério Público Estadual (MPE), de ser o autor da morte de Silas.

Ele foi preso três dias depois do crime e está na Cadeia Pública de Porto dos Gaúchos. O fazendeiro se entregou à polícia e confessou ter matado o engenheiro com tiros na cabeça após a cobrança de uma dívida.

A audiência está prevista para começar às 13h30 no fórum da cidade. O juiz Rafael Depra Panichella, da Vara Única, deve conduzir a audiência.

Além de Faruk, foram intimados policiais que atuaram no caso, testemunhas e outras pessoas envolvidas no caso.

Ainda à polícia, Paulo contou que se sentiu incomodado com a presença do engenheiro na fazenda, mas que não queria matá-lo.

Silas era representante de uma empresa que financiou o custeio da lavoura e estava na propriedade para acompanhar a colheita e cobrar a parte do financiador.

O crime

Silas Henrique foi morto com tiros na cabeça após cobrar uma dívida em uma fazenda da região. A vítima foi levada para o Hospital Municipal de Porto dos Gaúchos e os médicos tentaram reanimá-la em cima da caminhonete em que foi levada.

A testemunha, que levou Silas até o hospital, disse que estavam em uma lanchonete, na comunidade de Novo Paraná, e não perceberam quando um homem chegou por trás deles e efetuou vários disparos na cabeça de Silas, que caiu já, aparentemente, morto.

Em seguida, o autor do crime saiu andando em direção ao seu veículo, olhando para trás para se certificar que havia matado à vítima.

Silas trabalhava como consultor de vendas em uma empresa de insumos de Sinop.

Fonte: o melhor da noticia
 0 Comentários  |  Comente esta matéria!
* O Arinos Noticias não se responsabiliza por comentários postados abaixo!
mais notícias
12/09/2019
11/09/2019
 menos   3   4   5   6   7   8   9   mais 
enquete
O que você prefere ler?
Polícia
Política
Agronegócios
Variedades
Educação

Se nenhuma das opções sugeridas for de sua escolha, mande sua sugestão através do menu contato
Copyright © 2019 - Arinos Notícias