Bem vindo ao Arinos Notícias, Segunda-Feira, 21 de Outubro de 2019
Noticias
     
24 de Setembro, 2019 - 07:57
MP investiga supostas irregularidades praticadas por laboratório que atende pacientes da Unimed em MT

A Unimed Cuiabá concluiu que tendo acesso ao sistema, o Laboratório Inac lançava exames de coleta domiciliar, que não precisam do pedido médico pela internet. Assim, exames não solicitados foram lançados indevidamente.



Após uma denúncia anônima, a Unimed começou a investigar um dos principais laboratórios que atendem os clientes da cooperativa médica, o Laboratório Inac. A suspeita é de que haja uma espécie de acordo entre o laboratório e donos de clínicas onde há postos de coleta. O aluguel do espaço era pago com base no faturamento do laboratório, ou seja, quanto mais atendimentos, maior o aluguel.





“Nós recebemos denúncia e conseguimos ver as inconsistências que foram denunciadas e tomamos a atitude de descredenciar esse serviço da rede da Unimed Cuiabá”, afirmou Rubens Carlos de Oliveira Júnior, presidente da Unimed.




A operadora de planos de saúde, que é a maior do estado com mais de 208 mil clientes, fez, então, uma investigação interna e encontrou reclamações de clientes que afirmaram ter recebido a cobrança de exames não realizados. A Unimed Cuiabá concluiu que tendo acesso ao sistema, o laboratório lançava exames de coleta domiciliar, que não precisam do pedido médico pela internet. Assim, exames não solicitados foram lançados indevidamente.




A cooperativa constatou também um aumento na realização de exames considerados raros pelo laboratório, um número muito acima do que os maiores laboratórios da região metropolitana e destacou uma média de 60 a 80 exames por pacientes, que seriam principalmente pessoas jovens e saudáveis. A investigação identificou ainda que os médicos que mais pediam esses exames eram de clínicas onde estão postos de coleta do laboratório.



A operadora notificou o laboratório em abril que romperia o contrato. O descredenciamento ocorreu três meses depois e a empresa de planos de saúde encaminhou a denúncia ao Ministério Público Estadual. O pedido é que o órgão investigue as supostas irregularidades e situações que podem prejudicar os clientes. O MPE já abriu um procedimento para apurar o caso.




O laboratório se defendeu das acusações. Sobre os exames não realizados, confirmou que não coletou amostras daqueles pacientes e concordou com o desconto de valores. Segundo o advogado do laboratório, as reclamações são antigas e o erro pode ter sido da própria operadora.




“São dois fatos isolados. Tiveram ocorrências de paciente que receberam a guia do seu médico, passaram sua biometria, mas por algum problema que a amostra dele não deu certo, lógico não gerou o laudo eletrônico. Sem o laudo eletrônico, a Unimed não poderia ter emitido faturamento nem para seu cliente, nem remunerado nenhum terceiro. Não está na mão do laboratório emitir qualquer boleto para pacientes”, afirmou o advogado do Laboratório Inac, Cyro Gonçalves.





O laboratório informou ainda que também acionou a operadora na Justiça e espera voltar a atender pelo plano.


 







 

Fonte: G1 MT
 0 Comentários  |  Comente esta matéria!
* O Arinos Noticias não se responsabiliza por comentários postados abaixo!
mais notícias
21/10/2019
18/10/2019
17/10/2019
 menos  1   2   3   4   5   6   7   mais 
enquete
O que você prefere ler?
Polícia
Política
Agronegócios
Variedades
Educação

Se nenhuma das opções sugeridas for de sua escolha, mande sua sugestão através do menu contato
Copyright © 2019 - Arinos Notícias