Bem vindo ao Arinos Notícias, Sábado, 29 de Fevereiro de 2020
noticias
     
21 de Janeiro, 2020 - 07:57
Peste suína africana chega à Europa e poderá causar novo impacto no mercado



Autoridades sanitárias da Europa estão preocupadas com o avanço da peste suína africana (PSA) pelo continente. Pelo menos 55 focos da doença foram identificados desde dezembro na Polônia, sendo pelo menos um deles nas proximidades da fronteira com a Alemanha, país de maior produção e principal fornecedor de carne suína no velho continente. Um dos vetores do alastramento da doença é o javali, animal selvagem numeroso em toda a Europa. Em razão disso, o governo alemão está incentivando a caça e procedendo na instalação de cercas em pontos considerados críticos em suas fronteiras, na tentativa de conter o trânsito dos javalis. A notícia de focos da PSA na Europa deixa o mercado internacional em alerta. Afinal, nos dois últimos meses do ano passado a doença dizimou a população de porcos em quase toda a Ásia e continua se espalhando pelo continente. (Abaixo, mapa da PSA no mundo)




De acordo com recente relatório do Rabobank – multinacional holandesa bancária e de serviços financeiros -, a gravidade na Europa não é tão grande como na China, por exemplo, mas mesmo assim preocupa, já que poderá haver novo e encarecedor impacto no mercado internacional da carne e derivados.

Segundo o relatório do Rabobank, “enquanto contemplamos o impacto na produção em 2020, é claro que muitos países estarão competindo pelos escassos fornecimentos de carne de porco comercializável. Na Europa, a doença continua em movimento, auxiliada por negligência de atividades humanas, ameaçando a produção e potencialmente interrompendo o comércio global”, diz o texto.

Ainda segundo a instituição europeia, o gerenciamento da doença deve ser priorizada em 2020, já que impacta fortemente o mercado, forçando os preços para cima. “Os altos preços da carne suína na China e nas principais regiões exportadoras estão criando desafios significativos para clientes e consumidores. Todo o setor perde se os preços altos persistirem por muito tempo”, conclui.


 

Fonte: Enfoque Business
 0 Comentários  |  Comente esta matéria!
* O Arinos Noticias não se responsabiliza por comentários postados abaixo!
mais notícias
28/02/2020
27/02/2020
 menos  1   2   3   4   5   6   7   mais 
enquete
O que você prefere ler?
Polícia
Política
Agronegócios
Variedades
Educação

Se nenhuma das opções sugeridas for de sua escolha, mande sua sugestão através do menu contato
Copyright © 2020 - Arinos Notícias