Bem vindo ao Arinos Notícias, Segunda-Feira, 06 de Julho de 2020
noticias
     
21 de Marco, 2020 - 10:02
Em Tangará da Serra, pandemia provoca fechamento do comércio e impacto na economia é imprevisível

O poder público municipal de Tangará da Serra decretou ao final da manhã desta sexta-feira (20.03) o fechamento imediato -e por prazo indeterminado – do comércio local como medida preventiva à pandemia do coronavírus. Segundo informações preliminares liberadas à imprensa, o decreto 128/2020 foi divulgado oficialmente na tarde de hoje pelo prefeito Fábio Martins Junqueira e prevê liberação de atividades somente aos supermercados, padarias, farmácias, laboratórios e postos de combustível.


O fechamento do comércio se deve ao risco iminente de propagação do COVID-19, já que o município registrava, até a manhã desta sexta-feira, cinco casos suspeitos de contágio. Informações extraoficiais, no entanto, dão conta de que outros seis casos estariam em avaliação, o que até o momento não é confirmado pelas autoridades locais.


O decreto de fechamento geral do comércio também é reflexo da inobservância de protocolo por parte de alguns estabelecimentos (como bares e lanchonetes), que descumpriram a determinação de atendimento presencial de clientes a partir das 20hs. “Fechei meu estabelecimento quando ‘deu’ oito horas da noite, mas fiquei sabendo que muitos, até aqui perto, na Vila Alta, continuaram atendendo depois das 20hs. Uns fazem certo e outros não querem fazer. Fica difícil, ruim para quem respeita o que as autoridades determinam, enquanto outros desrespeitam”, reclamou o dono de um comércio (pediu anonimato) na região da Cidade Alta, em Tangará da Serra.


Impacto/recessão


Com o comércio fechando as portas, a economia local sofrerá inevitável retração, já que a atividade econômica ficará restrita apenas a segmentos considerados estratégicos. Em contato com a redação do Enfoque Business, o economista e professor da UNEMAT de Tangará da Serra, Silvio Tupinambá, destaca que os efeitos da pandemia são muito ruins para a economia, já que a atividade econômica fica quase que completamente paralisada. “O impacto será forte na cidade. No país, a previsão era de crescimento econômico de 2% esse ano, mas isso já será revisto. Se estes efeitos da pandemia, de paralisar atividades econômicas, demorar um mês ou mais, além do custo humano, poderemos ter uma tragédia econômica, ou seja: uma recessão”, avalia o economista.

Fonte: ENFOQUE BUSINESS
 0 Comentários  |  Comente esta matéria!
* O Arinos Noticias não se responsabiliza por comentários postados abaixo!
mais notícias
06/07/2020
03/07/2020
02/07/2020
 menos  1   2   3   4   5   6   7   mais 
enquete
O que você prefere ler?
Polícia
Política
Agronegócios
Variedades
Educação

Se nenhuma das opções sugeridas for de sua escolha, mande sua sugestão através do menu contato
Copyright © 2020 - Arinos Notícias