Bem vindo ao Arinos Notícias, Terça-Feira, 11 de Agosto de 2020
Noticia
     
11 de Junho, 2020 - 16:59
Sorriso, Sinop e Cáceres entram em colapso e Cuiabá tem risco de esgotamento de leitos, diz Secretário de Saúde, Gilberto Figueiredo

O constante crescimento dos números de infectados diariamente com o novo coronavírus em Mato Grosso já está fazendo algumas cidades entrar em colapso de leitos de UTIs, como é o caso de Sorriso, Sinop e Cáceres. Isso faz com que Cuiabá seja o epicentro da doença, com a chegada de pacientes a cada minuto. E muito podem acabar sem tratamento em unidade intensiva. 



Em coletiva via redes sociais, nesta terça-feira (9), o secretário de Saúde de Mato Grosso, Gilberto Figueiredo, disse que a maioria dos prefeitos de Mato Grosso não fizeram sua parte e deixaram apenas para o Estado a responsabilidade de construir leitos de UTI. Isso faz com que o Hospital Metropolitano comece a ter uma taxa de ocupação gigantesca. 



"Não tem nada sob controle. O crescimento de pacientes é muito grande e a situação se agrava de hora em hora. Ontem, por exemplo, tivemos a chegada de 10 pacientes para UTI de uma pancada só. Então, se os prefeitos não nos ajudarem, teremos sim um colapso no estado. Não será apenas Sorriso, Sinop e Cáceres", comentou Gilberto. 



O secretário ainda comentou que a situação em Cuiabá e região Metropolitana está começando a ficar assustadora quanto às vagas. Somente em uma hora da segunda-feira (7), 10 pacientes Covid-19 chegaram precisando de UTI nos hospitais de Cuiabá e Várzea Grande.



"Pode acontecer de hoje mesmo não termos nenhum leito mais à disposição no Hospital Metropolitano ou nos de Cuiabá, porque não para de chegar gente infectada. E mesmo assim, tem gente fazendo festa, andando na rua, visitando amigos. Poxa, gente. Estamos em uma situação muito ruim. Se você quer correr o risco, você será um paciente que não vai ter respirador a seu favor. Daqui a pouco, só teremos leitos de enfermaria. E com pacientes morrendo sem respiradores. Não temos UTI e nem respiradores para todo mundo", ponderou o secretário. 



"Os grandes municípios de Mato Grosso não criaram leitos de UTI, e ai não tem solução máxima nesse campo. E eu vou deixando claro que o governo já publicou portaria para contratar leitos de UTI em hospitais particulares e filantrópicos. Estamos buscando alternativa, a questão é que vários hospitais não tem estrutura física e nem profissional habilitado para trabalhar nisso. Fazendo nossa parte, estamos fazendo. Faça você também a sua. Fique em casa, não facilite", concluiu Gilberto Figueiredo.

Fonte: JK Noticias
 0 Comentários  |  Comente esta matéria!
* O Arinos Noticias não se responsabiliza por comentários postados abaixo!
mais notícias
06/08/2020
04/08/2020
01/08/2020
 menos  1   2   3   4   5   6   7   mais 
enquete
O que você prefere ler?
Polícia
Política
Agronegócios
Variedades
Educação

Se nenhuma das opções sugeridas for de sua escolha, mande sua sugestão através do menu contato
Copyright © 2020 - Arinos Notícias