Bem vindo ao Arinos Notícias, Sexta-Feira, 23 de Outubro de 2020
noticias
     
30 de Setembro, 2020 - 17:24
Acusado de matar ex- esposa e ex- sogra a facadas é condenado a 45 anos de prisão

Quatro anos após cometer crime contra a sua ex- esposa Adriana Gonçalves Ferreira, de 39 anos, e a ex- sogra, Cleide Camporezi de 61 anos, Antônio Aparecido da Silva com 49 anos, foi levado a júri popular em Tabaporã, onde respondeu por duplo homicídio.

O júri aconteceu no dia 22 de setembro na Câmara de Vereadores do Município, haja vista que o Fórum da Comarca de Tabaporã não possui auditório próprio. Devido à pandemia foram adotadas medidas de precauções de acordo com as recomendações da Secretaria Estadual de Saúde de MT, seguindo todos os protocolos da OMS, tais como: utilização de máscaras, distanciamento adequado, e limitando a presença de apenas 20 pessoas convidadas além dos demais envolvidos.

O conselho de sentença foi composto por sete pessoas, sendo três mulheres e quatro homens. O réu foi condenado a 45 anos e 4 meses de reclusão. O número de votos não foi divulgado, visto que quando a votação do júri alcança a maioria se dá por encerrada. Atualmente ele está recolhido na cadeia pública de Porto dos Gaúchos.

O Crime

O caso ocorreu em Tabaporã- MT numa quinta-feira, 28 de julho de 2016. Antônio Aparecido da Silva, entrou na casa onde Adriana morava e a matou a facadas. Após cometer o primeiro crime, o assassino foi surpreendido por Cleide, mãe de Adriana que estava voltando da igreja, e também a matou com golpes de faca.

Segundo a Polícia Civil, o suspeito foi preso 15 minutos após cometer o crime. Na presença de dois advogados ele se manteve calado durante o interrogatório. No entanto, em um vídeo gravado pela polícia, o homem confessou ter matado a ex-mulher a ex-sogra, segundo o delegado Albertino Felix de Brito Junior.

Segundo familiares, o casal havia se separado há cerca de 3 meses. O suspeito não aceitava o fim do relacionamento e ameaçava toda a família da vítima. Em um vídeo, ele aparece com uma faca no pescoço e dizia que se mataria, caso a ex-mulher não reatasse o relacionamento.
Mãe e filha foram encontradas mortas em cômodos diferentes da casa. A ex-mulher do suspeito estava no quarto. Já a mãe dela foi encontrada em uma das salas. As vítimas, de acordo com a polícia, tinham ferimentos na barriga, no tórax e cortes profundos no pescoço.


 

Fonte: Arinos Noticias
 0 Comentários  |  Comente esta matéria!
* O Arinos Noticias não se responsabiliza por comentários postados abaixo!
mais notícias
21/10/2020
20/10/2020
19/10/2020
 menos  1   2   3   4   5   6   7   mais 
enquete
O que você prefere ler?
Polícia
Política
Agronegócios
Variedades
Educação

Se nenhuma das opções sugeridas for de sua escolha, mande sua sugestão através do menu contato
Copyright © 2020 - Arinos Notícias