Bem vindo ao Arinos Notícias, Sexta-Feira, 22 de Outubro de 2021
noticias
     
16 de Setembro, 2021 - 13:48
FCO injetará mais de R$ 419 milhões nos setores empresarial e rural de Mato Grosso

Os empresários e produtores rurais do Estado terão mais de R$ 419 milhões, em linhas de crédito do Fundo Constitucional de Financiamento do Centro Oeste (FCO), para realizar investimentos. Os recursos foram aprovados nesta quarta-feira (15.09), durante a 8ª reunião do Conselho Estadual de Desenvolvimento Econômico de Mato Grosso (Codem), composto pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Mato Grosso (Sedec-MT) e parceiros.

Ao todo foram aprovadas 108 cartas-consulta e efetuadas cinco revalidações de contrato. Quanto ao FCO Rural foram validados 95 projetos para o setor, que somaram mais de R$ 273 milhões de crédito, que vão gerar 899 empregos diretos e indiretos.

O FCO Empresarial teve 13 projetos deferidos e terá recursos liberados na ordem de R$ 146,2 milhões, o que irá resultar 1.193 empregos diretos e indiretos, no Estado. Dentre os contemplados pelo programa estão pequenos produtores, com seis projetos aprovados, pequenos-médios produtores, com cinco cartas liberadas, médio produtor, com uma e grande produtor com uma carta.

Montante que de acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico e presidente do Codem, César Miranda, tem feito a economia estadual girar e garantido a abertura de muitos novos postos de trabalho.

“O FCO tem sido uma referência de financiamento para os empresários e produtores rurais de Mato Grosso, que tem acreditado nesse Estado e buscado meios para investir e, na maioria das vezes, ampliar seu negócio, garantindo assim, o aumento do número de vagas de emprego e a economia em crescimento que temos hoje. Somos exemplo para outros entes da federação em desenvolvimento, apesar dos impactos da pandemia”, justifica.

Atendimento

Conforme dados do Caderno do FCO, até 31 de julho deste ano foram efetuadas 2.680 operações, em 132 municípios mato-grossenses, ou seja, 93,6% das cidades do Estado foram beneficiadas com as contratações. O saldo financiado até o fim de julho foi de R$ 1,9 bilhão.

Fonte: A Bronca Popular
 0 Comentários  |  Comente esta matéria!
* O Arinos Noticias não se responsabiliza por comentários postados abaixo!
mais notícias
21/10/2021
20/10/2021
 menos  1   2   3   4   5   6   7   mais 
enquete
O que você prefere ler?
Polícia
Política
Agronegócios
Variedades
Educação

Se nenhuma das opções sugeridas for de sua escolha, mande sua sugestão através do menu contato
Copyright © 2021 - Arinos Notícias