Bem vindo ao Arinos Notícias, Terça-Feira, 28 de Junho de 2022
noticias
     
26 de Maio, 2022 - 13:42
Atirador mata 19 crianças e 2 adultos em escola dos EUA e é morto

Pessoas choram perto de centro cívico para onde crianças que sobreviveram a ataque foram levadas.

Pelo menos 19 crianças e dois adultos — um deles uma professora — morreram em um tiroteio em uma escola primária no Texas, Estados Unidos, nesta terça-feira (24/5). O atirador, de 18 anos, foi alvejado e morto por policiais.

O ataque ocorreu na escola Robb Elementary School, na cidade de Uvalde. Os alunos vitimados eram crianças com idade entre 7 e 10 anos, aproximadamente.

A KSAT-TV, afiliada à rede de TV ABC News, identificou a professora morta como Eva Mireles, que dava aula para alunos de 9 e 10 anos. A sua página no site da escola diz que ela tinha uma filha na faculdade e adorava correr e fazer caminhadas.

O atirador também pode ter matado sua própria avó no início do tiroteio, de acordo com a rede CBS, parceira da BBC nos EUA, e estava armado com um revólver, um rifle AR-15 e carregadores de alta capacidade.

Um porta-voz da polícia em Uvalde disse que o agressor "agiu sozinho neste crime hediondo". O governador do Texas, Greg Abbott, disse que o atirador, identificado como Salvador Ramos, abandonou um veículo antes de entrar na escola para abrir fogo "de forma horrível e incompreensível".

A agência de notícias Associated Press noticiou que um oficial da Patrulha de Fronteira dos EUA que estava nas proximidades quando o tiroteio começou se deslocou para a escola e matou o atirador, que estava atrás de uma barricada. A Patrulha da Fronteira é uma agência federal que guarda os pontos de entrada dos EUA. Uvalde, que fica a menos de 130 km da fronteira com o México, tem um posto da patrulha.

Dois agentes de fronteira teriam sido baleados em uma troca de tiros com o atirador. Um agente foi baleado na cabeça, segundo as autoridades. Ambos estão agora em condição estável no hospital.

De acordo com a CBS News, o atirador estava usando armadura corporal enquanto realizava o ataque.

O Distrito Escolar Independente Consolidado de Uvalde — a cerca de 135 quilômetros a oeste da cidade de San Antonio — afirmou à BBC que os alunos foram evacuados da escola. Pouco menos de 500 estudantes estão matriculados no colégio.

A população foi orientada a ficar longe do local enquanto a polícia investiga a cena do crime. O FBI, a polícia federal americana, se juntou às investigações.

O hospital Uvalde Memorial postou no Facebook que 13 crianças foram levadas ao hospital "por meio de ambulâncias ou ônibus". Duas pessoas morreram ao chegar ao hospital. Uma mulher de 66 anos e uma menina de 10 anos estão em estado crítico em um hospital em San Antonio, segundo funcionários da University Health.

Em um centro comunitário em Uvalde, pais das vítimas foram informados sobre a morte de seus filhos. Alguns tiveram de fornecer amostras de DNA para ajudar a identificar algumas das vítimas.

A poucos quarteirões da escola primária, uma vigília foi realizada para as vítimas e sobreviventes do ataque.

Na vigília, a americana Karla Bohman falou sobre um amigo da sua família, cuja filha pequena estava entre os desaparecidos.

"Eles não sabem se ela está em cirurgia ou se é uma das vítimas fatais, mas eles sabem que ela é uma vítima de algum tipo porque está desaparecida", disse Bohman. "Não consigo acreditar nisso."

Cheryl Juhasz, moradora de Uvalde ao longo da vida, chorou silenciosamente durante a oração na vigília.

"Você não pode compreender um mal assim. Não importa onde aconteça, mas é mais difícil quando acontece na nossa casa."

Fonte: Araguaia Noticia
 0 Comentários  |  Comente esta matéria!
* O Arinos Noticias não se responsabiliza por comentários postados abaixo!
mais notícias
28/06/2022
27/06/2022
 menos  1   2   3   4   5   6   7   mais 
enquete
O que você prefere ler?
Polícia
Política
Agronegócios
Variedades
Educação

Se nenhuma das opções sugeridas for de sua escolha, mande sua sugestão através do menu contato
Copyright © 2022 - Arinos Notícias