Bem vindo ao Arinos Notícias, Segunda-Feira, 27 de Junho de 2022
noticias
     
6 de Junho, 2022 - 13:53
MT é o 3º estado com maior número de mortes por choques elétricos, diz pesquisa

Os dados se referem aos casos registrados até 2021. Anteriormente, o estado estava em 5º e foi subindo gradativamente ano a ano.
Mato Grosso se tornou o terceiro estado com o maior número de mortes por choque elétrico no país, de acordo com ranking divulgado nesta segunda-feira (6) pela Associação Brasileira de Conscientização para os Perigos da Eletricidade (Abracopel).

Em 2019, o estado estava em 5º lugar. Já em 2020, subiu para o 4º e, em 2021, alcançou o 3º, de acordo com a Abracopel. O estado ocupa a posição que antes pertencia ao Piauí, e ficou apenas atrás de Rondônia (2º) e Acre (1º).

Neste ano, pelo menos cinco casos de mortes por choque elétrico foram registrados.

Casos
Em abril deste ano, um gerente de uma choperia morreu após sofrer uma descarga elétrica enquanto limpeza o carro dele na calçada, em Sinop, ao norte do estado. Ele se chamava Caíque Azinari, de 27 anos.

Em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá, um trabalhador de 44 anos morreu ao levar um choque e cair a cerca de 5 metros de altura, onde ele fazia um serviço voluntário para a igreja.

Um pedreiro morreu com uma descarga elétrica enquanto trabalhava na obra do telhado de um estabelecimento em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá, em fevereiro deste ano. Ao levar o choque, ele caiu do telhado.

Em janeiro deste ano, uma mulher de 38 anos morreu após sofrer uma descarga elétrica enquanto carregava o celular em uma casa na zona rural de Campo Verde, a 139 km da capital.

Fonte: G1
 0 Comentários  |  Comente esta matéria!
* O Arinos Noticias não se responsabiliza por comentários postados abaixo!
mais notícias
27/06/2022
24/06/2022
 menos  1   2   3   4   5   6   7   mais 
enquete
O que você prefere ler?
Polícia
Política
Agronegócios
Variedades
Educação

Se nenhuma das opções sugeridas for de sua escolha, mande sua sugestão através do menu contato
Copyright © 2022 - Arinos Notícias