Bem vindo ao Arinos Notícias, Terça-Feira, 11 de Maio de 2021
noticias
     
24 de Marco, 2021 - 13:13
Galvan: Queremos fazer com que o produtor deixe de ser perseguido

A Aprosoja Brasil elegeu nesta terça-feira, 23, os representantes para o Triênio 2021/2024. Entre eles, o destaque é a nomeação do produtor rural Antonio Galvan para a presidente da entidade Nacional. A nova diretoria irá tomar posse no dia 22 de abril.

O presidente eleito substituirá o produtor rural Bartolomeu Braz Pereira, que está à frente dos trabalhos da Aprosoja Brasil, em Brasília, desde maio de 2018. O vice-presidente imediato da entidade será o produtor rural José Sismeiro, de Goioerê (PR), que responde atualmente pela vice-presidência da Associação dos Produtores de Soja e Milho do Paraná.

Em entrevista ao Canal Rural, Galvan falou sobre alguns temas relevantes para o setor, como a venda de soja no mercado futuro, perdas por causa do clima e manutenção do produtor rural na atividade.


“A gente vem de uma safra problemática, com atraso no plantio, falta de umidade e, na hora da colheita, tivemos muitas perdas por causa da chuva. Em algumas situações, o produtor não se colheu nada, em outras que colheram mas a classificação chamada ao produtor tem levado grande quantidade desses produtos pelas empresas”, disse.

Galva se refere à Instrução Normativa número 11, que estabelece o regulamento Técnico da Soja, definindo o seu padrão oficial de classificação, com os requisitos de identidade e qualidade intrínseca e extrínseca, a amostragem e a marcação ou rotulagem.

“Nós queremos mostrar que aquele grão de soja, pelo fato de ele estar avariado, não quer dizer que está inutilizado. Fizemos várias pesquisas sobre ganho de peso de animais, com aves, suínos e ruminantes, onde mostra que esse grão preserva a proteína com índice de percentuais maiores do que grãos vistos como perfeitos”, continuou.

Perdas na safra

Outro ponto relevante citado por Galvan está no contexto da venda da soja no mercado futuro. “Se a empresa compra futuro, ela sabe que a soja ou milho ainda não foi colhido. Toda a compra futura, a responsabilidade deve ser dividida com o comprador e não ficar unicamente com o produtor. Assim como, se houver dinheiro investido, com dinheiro pego de uma trade para fazer a lavoura, é preciso achar uma forma para aplicar, para que o produtor consiga cumprir financeiramente o que está devendo para ela. Agora, onde não houve nada de recurso, por que vou ficar devendo às empresas por não conseguir honrar o contrato por casos fortuitos?”, questionou.

“Nossa missão, a partir de 22 de abril, é uma missão árdua de manter o produtor no campo. E que ele fique bem, que parem com a perseguição, pois somos única e exclusivamente produtores de alimentos”, encerrou.

Perfil do novo presidente Aprosoja

Antonio Galvan nasceu em Sananduva (RS), em 1957 e fará 64 anos este ano. Morou no Paraná por sete anos onde ele e sua família já atuavam como produtores rurais. Com formação técnica em contabilidade, chegou em Mato Grosso no ano de 1986 e atualmente é produtor rural no município de Vera, região norte do estado. Foi presidente do Sindicato Rural de Sinop, diretor da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso (FAMATO) e acompanha os trabalhos da Aprosoja MT desde a sua fundação, em 2005.

Fonte: Canal Rural
 0 Comentários  |  Comente esta matéria!
* O Arinos Noticias não se responsabiliza por comentários postados abaixo!
mais notícias
10/05/2021
07/05/2021
06/05/2021
 menos  1   2   3   4   5   6   7   mais 
enquete
O que você prefere ler?
Polícia
Política
Agronegócios
Variedades
Educação

Se nenhuma das opções sugeridas for de sua escolha, mande sua sugestão através do menu contato
Copyright © 2021 - Arinos Notícias